Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

Testamento Vital

Publicado hoje, no Diário Oficial da União - Seção 1, edição 170, páginas 269 e 270. Reproduzo na íntegra.
É bom ter escolha.

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO No 1.995, DE 9 DE AGOSTO DE 2012
Dispõe sobre as diretivas antecipadas de vontade dos pacientes.
O CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA, no uso das atribuições conferidas pela Lei nº 3.268, de 30 de setembro de 1957, regulamentada pelo Decreto nº 44.045, de 19 de julho de 1958, e pela Lei nº 11.000, de 15 de dezembro de 2004, e CONSIDERANDO a necessidade, bem como a inexistência de regulamentação sobre diretivas antecipadas de vontade do paciente no contexto da ética médica brasileira;
CONSIDERANDO a necessidade de disciplinar a conduta do médico em face das mesmas;
CONSIDERANDO a atual relevância da questão da autonomia do paciente no contexto da relação médico-paciente, bem como sua interface com as diretivas antecipadas de vontade;
CONSIDERANDO que, na prática profissional, os médicos podem defrontar-se com esta situação de orde…

Nossa tragicomédia tetranual

Imagem
Nenhuma proposta é de fato apresentada. Pelo menos nada sério. O desrespeito é visível. A ignorância pelo fazer político, no que concerne a um bem maior, parece reinar. Alguns até poderiam ser consideramos inocentes peças num joguete perverso e muito mais amplo do que o posto pleiteado. Na festa da democracia muitos dos convidados parecem querer... farra.
O que num primeiro momento é risível, também preocupa. Mas, em tempo, ficarei nesse primeiro momento.
Passeei hoje pelos canais abertos a procura dos candidatos em Mesquita (não encontrei). Foram poucos minutos. Apesar de hilariante, tudo aquilo é muito difícil de aturar, pois sei que não é uma história de ficção, não é comédia.
Não resisti. Resolvi tomar nota de alguns nomes. Como a oferta parece ser ilimitada, optei por aqueles que, em seu apelido, se relacionam (ou referenciam-se) com alguma coisa, algum lugar, alguém, etc. Vamos a pequenas lista:
da Xerox da Pensão de Jesus do Preparatório da Padaria (foram dois) da TV do Açaí …

A droga da incoerência midiática

É notório que a Rede Globo e muitos dos chamados Globais – o grupo, claro, é bem mais amplo - estão engajados numa campanha voltada para mudança na política de combate às drogas. Minha percepção é que tal campanha critica basicamente a repressão. O consumidor de drogas ilícitas não poderia ser tratado como um criminoso (que é). A campanha trás histórias bem tristes, de injustiças, de imperícia e morosidade judicial, para sensibilizar a opinião pública, colocando a questão das drogas sob a ótica somente do dito consumidor eventual. Aquele consumidor que, segundo eles, não faz mal a ninguém “cheirando seu pó ou fumando sua maconha, na boa, na social…”. Tudo balela!


A reportagem recente sobre o consumo e a venda de drogas na Lapa (algo conhecido de todos andam nas ruas) não enfatizou apenas o absurdo que é o tráfico e o consumo de drogas numa área de lazer tanto para cariocas como para turistas de todo o mundo. A reportagem focou bastante na ação (ou melhor, na inação) do poder público,…

Orgânica Lei

Em 20 de Agosto de 2012, por meio do Decreto 7.794 fica instituída a Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica
A PNAPO tem como objetivo "integrar, articular e adequar políticas, programas e ações indutoras da transição agroecológica e da produção orgânica e de base agroecológica, contribuindo para o desenvolvimento sustentável e a qualidade de vida da população, por meio do uso sustentável dos recursos naturais e da oferta e consumo de alimentos saudáveis."
Clique aqui para ler a íntegra do decreto.

Por que agora pode?

Uma pergunta que fica aqui martelando... Considerando que o partido ora na situação fora grande crítico de privatizações (as pretendidas e as propostas, além dos métodos) ocorridas no passado - quando o mesmo  era de oposição - e as ações que se seguem do governo (desse partido) no sentido de privatizar setores que já poderiam estar a cargo da iniciativa privada...
Será que hoje vivemos um atraso de pelo menos uma década por conta de picuinhas partidárias? Será que desenvolvimento tão aguardado e necessitado por nosso país estava travado por diferenças ideológicas? Por ganância, egoísmo, cobiça de poder?

Mais massa no mesmo tabuleiro

Visitei o novo trem a ser usado pelo MetrôRio em exposição na estação Carioca. Foi há mais ou menos um mês. Particularmente não gostei.
A proposta principal, pelo que vi, é aumentar a área para as pessoas viajarem em pé, elevando, assim, a capacidade do transporte.
Hoje, indo para a Central do Brasil de metrô, percebi que faltava um dos bancos. Logo, penso que o MetrôRio já está fazendo essa experiência. Eis a solução para o caos no transporte público do Rio: se pessoas sentadas ocupam mais espaço, eliminemos tais lugares. Todos de pé! Mais sardinhas numa mesma lata. Ou, falando em transporte de massa… temos mais massa, num mesmo tabuleiro.

Outro ângulo

Licença poética… A monótona mesmice cotidiana às vezes nos proporciona momentos, digamos, necessários.
A rotina a que me refiro ocorre, no meu caso, de segunda a sexta-feira dos dias úteis (serão os outros dias inúteis?). De casa para o trabalho, do trabalho para casa. Itinerário básico.
Sobre os momentos necessários… Há poucos dias, indo pra o trabalho, entro no ônibus e pensando não ter lugar vago, inicialmente permaneço de pé. Com mais atenção percebo um lugar vazio. Me sento. O ônibus é relativamente novo, com uma estrutura interna um pouco diferente. Um dos bancos duplos, por exemplo, é voltado para trás. Ocupo justamente um dos lugares nesse banco.
Olho a paisagem passando do lado de fora. E a rotina se quebra por alguns momentos.
O que vejo parece diferente do “normal”. São paisagens novas. Aquele parque não é o mesmo. Aquela rua, aquele monumento, aquela vista… A Praça Paris, na Glória, ganhou um novo contorno. Ao dobrar a Presidente Antonio Carlos e cruzar a Presidente Wilso…